Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Cenas do Meu Quotidiano

 

Faz hoje um mês que fiz a minha cirurgia. A esta hora ainda estava a dormitar por causa da raquianestesia na sala de recobro.

 

Para não variar, comecei o meu dia a ir fazer o penso. Esta semana os pensos estão marcados para as 10h.

Sei que a minha mãe me chamou para que me levantasse pois ela pensava que os pensos eram mais cedo. Eu estava com uma super moca, talvez do anti-histamínico que tinha tomado ontem.

“Já me levanto, hoje o penso é às 10h”, respondi eu. “Ai é? Então ainda dá tempo de ir ao supermercado-que-todos-os-oriundos-de-países-de-leste-vão!!!” E pisgou-se.

Subitamente, acordo assarapantada com o apito de uma automotora na minha cabeça. Aaaargh!!! Já são 9.21m! Estou hiper-mega atrasada! E a minha mãe ainda não veio?!?!  

Fui fazendo o que podia pois já sabem que, neste momento, dependo de terceiros para me arranjar. Já estava completamente em stress quando ela chegou.

“Eu não te tinha dito que tinha de lá estar às 10 h?”

“Disseste…”

“Pois, mas não posso sair de casa às 10 h, não é?”

“Sei lá!”

Duh! Sem comentários…

Desta vez fiz slide até à paragem das camionetas e por pouco não aterrei em cima de uma mulherzita que lá estava sentada. É preciso dizer que cheguei lá atrasada? Não, pois não? Bem me parecia…

Aqui a cratera está fixe mas ainda deve levar mais um mês para acabar de fechar.

 

Hoje foi dia dos “esoterismos” andarem atrás de mim… Primeiro queriam ler-me a sina, depois foi a tia Maya a acertar numas coisas da minha vida. Bolas!

Só foi pena não me terem avisado que hoje tinha de sair de casa muuuuito mais cedo de casa quando precisasse apanhar camionetas.

 

Comecei a semana com uma combinação explosiva: 2ª feira, chuva, 1º dia de aulas. Não havia hipótese de distribuir estes 3 factores pelos restantes dias da semana? É que assim ninguém aguenta…

 

Suspeito que os meus alunos não sabem nada do que aprenderam o ano passado… nem do ano passado, nem de há 2 anos e por aí afora.

Hoje fizeram teste diagnóstico e ouvi cada pergunta que até os olhos me saíram fora das órbitas. Era suposto aqueles meninos terem um ensino de melhor qualidade, uma vez que estão num colégio particular e pagam uma PIPA de massa… Errr… E acho que foi o director que lhes deu aulas… Errr… E parece-me muito competente… Há ali qualquer coisa errada. Vou armar-me em Miss Jane Marple (lembram-se? :) ) e vou descobrir, ai vou, vou!

Posso orgulhar-me e dizer que nas escolas públicas por onde passei os miúdos ficaram a saber as matérias e, que de certeza, se lembram delas facilmente.

Amanhã vou ter um dia super divertido a ver testes… diagnósticos.

 

Eu, Pessoinha, prometo amanhã escrever um post diferente, original e que não remeta para a minha vidinha. Voltem amanhã que eu também volto! :)